CDU empenhada em contactos com produtores no Porto da Cruz

A candidatura da CDU realizou durante a manhã uma acção de contactos com produtores junto aos Engenhos do Norte, no Porto da Cruz, para dar a conhecer uma proposta da CDU aprovada na Assembleia da República, e os seus impactos positivos para a produção e comercialização do mel de cana.

Herlanda Amado, cabeça de lista às legislativas nacionais, afirmou que “só se defende a Região, os trabalhadores e o povo que aqui vive, se formos capazes de consubstanciar em propostas as justas reivindicações de quem aqui vive, e lutando até que sejam aprovadas na Assembleia República. Nesta acção de contactos com os produtores regionais, demos a conhecer a concretização desta justa reivindicação e os impactos positivos que esta medida tem na nossa economia, bem como um potencial incentivo à produção”.

O mel de cana tradicional, produto de produção regional certificado da Região Autónoma da Madeira e especialmente consumido na região, do ponto de vista tributário, é classificado como produto processado, o que conduz ao agravamento do seu preço de venda ao público em mais de 16%.

Por proposta da CDU passou a ser taxado na Lista I anexa ao IVA, passando a ser equiparado ao mel de abelha em termos tributários. Por intervenção da CDU foi possível garantir a redução do IVA sobre o mel-de-cana para os 5%, possibilitando um estímulo à comercialização do mel de cana, para além de ser um grande estímulo para o sector produtivo regional.

A CDU tem tido várias intervenções de valorização dos nossos produtos específicos como forma de promover o sector económico agrícola da Região, e as propostas já concretizadas, são sem dúvida uma ajuda a este sector tantas vezes esquecidos pelo Governo Regional e Governo da República, asseguram os comunistas.