Coelhos do Porto Santo atacados por possível vírus

O Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) tem constatado, no Porto Santo, um número elevado de coelhos bravos mortos, em áreas florestais, terrenos incultos e agricultados. Perante este cenário, e segundo os sintomas apresentados nos animais encontrados, existe a possibilidade de os mesmos perecerem devido a um surto de Doença Hemorrágica Viral (DHV), diz o IFCN, que recolheu vários exemplares mortos recentemente, em vários locais da ilha, tendo-os encaminhado para o laboratório.

Como medida preventiva, o IFCN está a efectuar a recolha activa dos animais mortos, enterrando-os e desinfectando esses locais com cal viva.

A DHV é uma doença altamente contagiosa entre os coelhos, provocada por um vírus do género calicivurus, com elevadas taxas de mortalidade. A transmissão ocorre mediante contacto directo com os coelhos infectados e também por transmissão indirecta, onde os insectos, aves e mamíferos podem actuar como vectores importantes, salienta o Instituto.

Os surtos desta doença ocorrem frequentemente e com maior preponderância durante o Outono e o Inverno, sendo o sinal clínico mais evidente a morte súbita. Alguns animais mortos podem apresentar sangue espumoso no nariz e hemorragia nos pulmões, fígado, baço e coração.

Perante este cenário o IFCN solicita a todos os amantes da caça da ilha do Porto Santo a recolha e o enterramento dos cadáveres encontrados.

Alerta-se ainda, a todos os caçadores que, ao colaborarem nesta acção aquando do regresso às suas habitações, desinfectem todo o vestuário e calçado que utilizaram, bem como outro material auxiliar, evitando assim o contágio desta doença para outros locais.

Desde o ano transacto, o IFCN possui um centro de reprodução de coelho bravo, na ilha do Porto Santo, com o objectivo de repovoar as áreas com menor densidade de animais, bem como, para auxiliar a recuperação das colónias de coelho bravo, no caso do surgimento de doenças.

Esta doença não se transmite ao ser humano, salienta o Instituto.