André Rebelo coordena comissão que vai implementar o Estatuto do Cuidador Informal

Um despacho conjunto de Pedro Ramos e Augusta Aguiar, hoje publicado, constituiu a Comissão de Acompanhamento ao Cuidador Informal com a missão de proceder à implementação do Estatuto do Cuidador Informal da Região, bem como a fiscalização e o acompanhamento da sua ação.

A referida comissão integra os seguintes membros:
a) Em representação da área da segurança social, André Miguel Neves Rebelo, como coordenador;
b) Em representação da área da saúde, Susana Rodrigues Andrade de Sousa Freitas;
c) Em representação das associações de cuidadores informais, Nélida Maria Fernandes Cabral de Aguiar.

O despacho que entra amanhã em vigor revela que a comissão é constituída por uma equipa multidisciplinar de três elementos, designados por despacho conjunto dos membros do Governo Regional com competência na área da saúde e da segurança social, designadamente um coordenador, nomeado pela área da segurança social, um representante da área da saúde e um representante das associações de cuidadores informais.

O Estatuto do Cuidador Informal foi criado em julho de 2019.

A maior parte dos madeirenses conhece André Rebelo por ser treinador de futebol desde 1992, nos últimos tempos à frente da Associação Desportiva da Camacha, cargo que deixou recentemente.

André Rebelo é funcionário público, licenciado em Serviço Social pela Universidade da Madeira e técnico superior do Instituto de Segurança Social da Madeira (ISSM).

Em Agosto de 2018 foi nomeado para o cargo de Diretor da Unidade da Zona do Funchal, do ISSM, IP-RAM.

Mais recentemente foi nomeado vice-presidente do ISSM.