Casa do Povo da Ilha comemora amanhã 28 anos de existência

A Casa do Povo da Ilha comemora amanhã, dia 23, a partir das 19h30, no respectivo auditório, o seu XXVIII aniversário.

A recepção aos convidados será feita pelos mimos madeirenses do Grupo de Teatro Bolo do Caco, seguindo-se uma sessão comemorativa que culminará na actuação do grupo coral e etnográfico “O Brinquinho” da Casa do Povo do Caniço.

A Casa do Povo da Ilha, criada a 23 de Janeiro de 1991, é uma Instituição Particular de Utilidade Pública, equiparada a Instituição Particular de Solidariedade Social, que pretende apoiar a população, dinamizar e prestar acções na área da solidariedade e promoção de eventos socioculturais, refere uma nota.

No ano transacto, foram promovidas actividades de âmbito local, envolvendo a população, onde os  propósitos de manter os costumes e promover o convívio e o diálogo entre gerações foram cumpridos, refere a instituição. “Mantiveram-se as diversas valências e foi aprovada em assembleia geral a alteração dos estatutos da Instituição para adequar à legislação nacional de Instituição Particular de Solidariedade Social, alteração que fortalece a Instituição de novas ferramentas para desenvolver projectos de apoio social à comunidade. Foram organizados os três grandes eventos da Casa do Povo, de âmbito regional, a Exposição Regional do Limão, o Dia do Emigrante e a Semana Cultural da Ilha, com a qualidade que tem vindo a ser recorrente, que contaram com bastantes visitantes e onde uma vez mais, foram cumpridos os objectivos de promoção da freguesia, de uma maior dinâmica económica e o debate de ideias e o lançamento de desafios”.

Para este novo ano, afirma-se pretender a mesma dinâmica de actividades e o funcionamento da Instituição como tem vindo a ser desenvolvido e, sempre que possível, adicionar novas iniciativas que beneficiem a população.