Câmara do Porto Santo pede ajustes no horário dos voos da Binter

sdr
Idalino Vasconcelos condivou os responsáveis da Binter a visitarem o Porto santo. Foi hoje no primeiro voo da companhia.

O vice presidente da Câmara Municipal do Porto Santo aproveitou hoje o contexto do primeiro voo da Binter, na ligação da Madeira com a Ilha Dourada, depois da companhia espanhola ter ganho a concessão da linha, para fazer valer algumas reticências relativamente a ajustes que se tornam necessários para a prestação de um melhor serviço ao Porto Santo.

Pedro Freitas lançou o alerta junto do secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira, do vice presidente do Governo, Pedro Calado, bem como do Diretor Comercial, Miguel Suárez, e da responsável da Gestão Aeronáutica, Laura Penate. Felicitou a companhia que agora passa a fazer a ligação, mas também apontou algumas situações passíveis de futuros ajustes, “nomeadamente e principalmente na questão dos horários dos voos”, relevando a importância de “rever pontualmente a questão dos médicos de especialidade, que se deslocam ao Porto Santo ao sábado”. O autarca referiu a importância da presença dos médicos da especialidade e sugeriu a atenção da companhia, bem como no que concerne às tarifas de estudantes, destacando a  importância desta rota para a economia local do Porto Santo.

dav
O alerta para a necessidade de rever alguns horários dos voos foi lançado às entidades.

Segundo uma nota á comunicação social, a Binter mostrou “disponibilidade e interesse para rever as situações apontadas pelo Município, em especial, em matéria de horários dos voos”, bem como aceitou o convite do presidente da Câmara Municipal, Idalino Vasconcelos, para visitar brevemente a ilha do Porto Santo.

Nesta oportunidade, tanto Pedro Freitas como Élvio Sousa fizeram questão de sugerir a atenção da Binter “na integração dos recursos humanos, da Aerovip” e saudou a disponibilidade daqueles responsáveis.

Foi assim que a liderança da estrutura acolheu o voo inaugural, da companhia Binter, vencedora da nova concessão aérea, que chegou à Ilha Dourada logo pela manhã e foi convidada a viajar para o Funchal, pelas 8:00, juntamente com as entidades.