Grupo Pestana quer fechar negócio com a Diocese para comprar antigo Seminário na Encarnação

FOTOS RUI MAROTE.

O Grupo Pestana continua imparável na sua carteira de negócios. Desta vez, o maior grupo hoteleiro português prepara-se para fechar negócio com a igreja na Madeira, através da compra do antigo Seminário do Funchal, localizado na Calçada da Encarnação.

O silêncio de ambos os lados é absoluto, como não poderia deixar de ser, mas a venda do emblemático imóvel ao Grupo Pestana está já a dar que falar, até porque, segundo relatam ao FN, envolve milhões de euros, o que permitirá um encaixe de dinheiro muito favorável à titular do imóvel, a Diocese do Funchal.

O FN foi ainda informado de que é intenção do Grupo Pestana recuperar o histórico edifício para transformá-lo numa pousada destinada a um segmento turístico seleto.

Recorde-se que, tal como o FN já alertou por diversas vezes, o velhinho Seminário da Encarnação, com Capela contígua, está votado ao abandono ao longo de sucessivos anos, após ter fechado as portas como antiga Escola Bartolomeu Perestrelo. É significativa a degradação do edifício que guarda a memória de uma parte importante da história religiosa madeirense.

Uma vez fechado o negócio, a Diocese do Funchal resolve um problema de anos, com grande surpresa pelo meio, uma vez que resta saber como serão aplicadas as verbas deste negócio.

Segundo revelam ao FN, um dos intermediários destas negociações junto do grupo empresarial tem sido o padre Carlos Duarte, reitor do atual Seminário Maior do Funchal e pároco de Santo António.