Museu de Arte Sacra assinala quadra pascal com visita-oficina

O Museu de Arte Sacra do Funchal (MASF) vai assinalar a celebração da quadra pascal com a realização de uma visita-oficina, ou “workshop”, de carácter pedagógico, no próximo dia 2 de Abril, à qual os interessados poderão aceder mediante inscrição prévia para essa actividade.

Conforme salienta aquela instituição museológica, o Domingo de Ramos assinala o início da Semana Santa e relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém (Marcos 11:1, Mateus 21:1-11, Lucas 19:28-44 e João 12:12-19). A recepção foi assinalada pelo povo com ramos de oliveira e folhas de palmeira, símbolo de vitória sobre todas as humilhações, as dores e a morte de que Jesus viria a padecer nos dias que se seguiram.

Grupo de senhores com vestes de confraria e com palmitos decorados na Igreja de Nossa Senhora da Graça, Estreito de Câmara de Lobos, na década de 90 do seculo XX. Arquivo MASF – levantamentos etnográficos de Luiza Clode.

“No mundo cristão, este momento continua a ser celebrado universalmente e nele estão presentes as plantas que recebem a bênção através de uma liturgia própria, que assinala Cristo como grande Redentor. Uma dessas plantas é a palmeira, cujas folhas poderão receber elaborados efeitos decorativos, entrelaçados, designados popularmente de “palmitos”. Na Madeira e no Porto Santo, essa tradição segue a tipologia de entrelaçados, realizados na península ibérica e mediterrâneo, mas apresenta as suas especificidades, sobretudo na decoração posterior, com as flores da época encontradas no arquipélago – tritónia, cymbidium, íxias, flor de laranjeira, etc.”, reza a nota do MASF.

O MASF procura, assim, assinalar a Páscoa de 2022, com a proposta de realização de uma visita-oficina agendada para o dia 2 de Abril (sábado), entre as 10h00 e as 13h00.

A primeira parte consiste na realização de uma visita guiada pelas colecções do museu, incidindo na iconografia da cruz. A segunda parte consiste na realização de uma oficina de palmitos, onde será possível a cada participante conhecer o processo e elaborar o seu próprio exemplar.

A participação na oficina está sujeita a inscrição e a um número limite de 10 pessoas. As inscrições deverão ser feitas através do telefone 291 228 900. O valor de ingresso é de 10 euros por pessoa, que já inclui o fornecimento da matéria-prima e todos os materiais necessários à realização do palmito.