PSD-Madeira mobiliza-se face às próximas eleições legislativas nacionais

O presidente do PSD-M, Miguel Albuquerque, uma vez concluídos os contactos levados a cabo em Santa Cruz e no Caniço, esteve sexta-feira reunido com os militantes do Porto Santo. No encontro agradeceu “o trabalho realizado, a unidade conseguida e o excelente resultado das Autárquicas naquela ilha”, refere um comunicado do partido. Esse trabalho, disse, é para continuar e reforçar com vista à vitória nas eleições legislativas de Janeiro.

Para Miguel Albuquerque, essa vitória é essencial para que a Região reforce a sua luta em nome da defesa dos interesses dos cidadãos locais, no seio na República.

“O nosso grande objectivo é termos uma representação parlamentar em Lisboa que seja consentânea com a defesa da Madeira, até porque se não for o PSD a defender a Madeira, mais ninguém defende”, afirmou.

Albuquerque defende apresentar uma solução conjunta com o CDS para as legislativas, a qual será assumida, conforme reiterou neste encontro, no Conselho Regional do PSD/Madeira que terá lugar a 20 de Novembro.

“O mais importante é colocarmos, em primeiro lugar, a defesa dos interesses da Região e é isso que temos vindo a fazer, na base de uma estratégia política que tem resultado e que resultou nas últimas Autárquicas”, disse, vincando que, havendo uma solução de coligação com o CDS no Governo Regional e, agora, nas principais Câmaras Municipais, incluindo a do Porto Santo, não faz sentido entrar em disputas eleitorais com este parceiro político.

Já sobre as eleições internas para a direcção nacional do Partido, Albuquerque insistiu que todos os militantes são livres para decidir em quem votar.

“Era essencial mantermos a Câmara, mas a verdade é que não só mantivemos como reforçámos a nossa votação com maioria absoluta e, neste momento, temos excelentes condições para prosseguir um trabalho de colaboração mútua entre o Governo e a Câmara ao serviço da população do Porto Santo (…)”, declarou.

Referiu, entre outros compromissos, o subsídio de mobilidade para os Porto-Santenses recentemente anunciado, o investimento de 14 milhões de euros que será levado a cabo na requalificação do Aeroporto do Porto Santo, o concurso que será lançado no próximo ano para a Unidade de Saúde do Porto Santo, o aumento da capacidade residencial do Lar, o Parque da Cidade e à requalificação da Pousada da Juventude.

“Estamos a trabalhar em cooperação, vamos prosseguir o nosso caminho de compromisso com os Porto-Santenses e temos um rumo para o desenvolvimento integral desta ilha”, declarou.

Por seu turno, o presidente da Comissão Política, Roberto Silva, apelou a que esta unidade se mantenha e reforce para as eleições nacionais de Janeiro.