PS-Madeira preocupado com falta de professores na Região

O PS-Madeira expressou ontem preocupação com a falta de docentes na RAM. O partido defende a criação de cursos via ensino na Universidade da Madeira (UMa) com o objectivo de responder a esta problemática.

Numa conferência de imprensa promovida em frente à Escola Básica dos 2º e 3º ciclos de Santo António, Elisa Seixas salientou que mais do que assinalar o Dia do Professor era importante fazer uma reflexão sobre a actual situação na Educação, agindo com medidas adequadas e que resolvam efectivamente a crescente falta de docentes na RAM.

“O PS Madeira tem vindo a alertar para o problema da falta de professores e professoras, que têm vindo notória e persistentemente a agravar-se de ano para ano. Também é comum a Secretaria Regional da Educação alegar, ano após ano, que o problema é pontual. Não é, e tende a agravar-se cada vez mais. O problema é real e tende a chegar rapidamente a um ponto de não retorno”, afirma.

A parlamentar recorda que o PS Madeira tem apresentado propostas nesse sentido, lembrando que ainda esta semana o Grupo Parlamentar do PS Madeira irá defender uma proposta nesse sentido.

“Temos uma universidade que é absolutamente fundamental para a resolução do problema da formação de novos quadros especializados para a profissão docente, e consideramos que é imperativo que o Governo Regional invista e incentive a abertura de cursos com via de ensino, para que não retrocedamos décadas no que ao ensino diz respeito”, defendeu.

O PS Madeira aproveitou a ocasião para saudar todos os professores e professoras no Dia Mundial dos Professores, em particular os cerca de 6000 docentes que exercem na Região e que “são fundamentais para a formação dos cidadãos e cidadãs do futuro e, como tal, fundamentais para o desenvolvimento da Região Autónoma da Madeira”.