Governo apresenta amanhã a plataforma digital “Madeira Circular”

A apresentação decorrerá no Museu de Imprensa, em Câmara de Lobos.

A governante com a pasta do Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas, Susana Prada, estará amanhã, pelas 10h00, na apresentação pública da Agenda e Plataforma Digital “Madeira Circular” que se realizará no Museu da Imprensa da Madeira, em Câmara de Lobos.

A Economia Circular é uma das prioridades do Governo Regional para criar valor ambiental e económico para a Região, sublinha-se.

Após um processo marcado pelo envolvimento de mais de 60 entidades regionais, entre empresas, administração pública, academia e sociedade civil, a Agenda Madeira Circular foi aprovada pela Resolução n.º 144/2021, colocando a Região em linha com as estratégias europeias, mas sem perder de vista os desafios e oportunidades específicas da Região Autónoma da Madeira.

A Agenda Madeira Circular pretende reforçar a Região enquanto hotspot da Economia Circular, envolvendo toda a sociedade civil, entidades públicas e privadas, num sistema que procura prolongar os materiais na economia, promovendo a eficiência, a circularidade e a sustentabilidade enquanto fatores de competitividade e de diferenciação. A Agenda procura potenciar o melhor que já se faz na Região, mas lança ainda as bases para novas iniciativas circulares em setores prioritários na economia regional, como o agroalimentar, a construção, o turismo e as instituições sociais.

Para promover o envolvimento da comunidade na transição para uma economia circular, o Governo Regional lança agora a Plataforma Madeira Circular.

Nesta plataforma será possível encontrar as melhores práticas que conduzem à utilização eficiente dos recursos ao longo da cadeia de valor das empresas e à reintrodução desses recursos no mercado. Terá também um fórum para agregar os principais agentes para a economia circular, incluindo a sociedade civil, as empresas, a administração pública e a comunidade científica e académica, que constituirão assim uma verdadeira comunidade focada na ação colaborativa e na promoção de soluções de circularidade.

Na Plataforma Madeira Circular será possível encontrar as melhores práticas que conduzem à utilização eficiente dos recursos ao longo da cadeia de valor das empresas e à reintrodução desses recursos no mercado.

O portal terá também um fórum para agregar os principais agentes para a economia circular, incluindo a sociedade civil, as empresas, a administração pública e a comunidade científica e académica, que constituirão assim uma verdadeira comunidade focada na ação colaborativa e na promoção de soluções de circularidade.

Nesta cerimónia estarão representantes de vários organismos do Governo Regional e de empresas que se constituem alguns dos “bons exemplos” da aplicação dos conceitos da Economia Circular na Região.