João Ferreira defende fortes apoios nacionais para as micro e pequenas empresas madeirenses

O candidato à Presidência da República apoiado pelo PCP, João Ferreira, reuniu-se hoje com a União dos Sindicatos da Madeira (USAM) onde esteve em análise o agravamento da situação económica e social na Região Autónoma da Madeira.

“Numa economia em muito dependente da monocultura do turismo, fazem-se sentir na Região incidências agravadas pelo problema sanitário, em que a quebra de rendimentos dos trabalhadores, o desemprego, os salários em atraso, os inúmeros problemas de trabalhadores em lay-off, e as consequências da precariedade laboral na actividade turística ganham agora uma expressão agravada em toda a Região”, constata a candidatura.

Sobre estes problemas, o candidato João Ferreira defendeu ser imperioso efectivar da parte da República uma maior solidariedade para as necessárias respostas económicas e sociais que se tornam urgentes garantir para os trabalhadores e para o povo da RAM.

“É, neste sentido, dever de um Presidente da República defender as implicações da solidariedade do Estado português em relação às Regiões Autónomas, tal como o requer a Constituição da República Portuguesa. Justificam-se, pois, para além dos apoios que sejam mobilizados pela Região, fortes apoios nacionais para as micro e pequenas
empresas, para defender as ajudas aos trabalhadores”, refere a sua candidatura.