Intenso patrulhamento do areal do Porto Santo gera controvérsia entre os utentes

 

O intenso patrulhamento que se está a verificar este ano no areal do Porto Santo está a gerar alguma polémica e contestação entre os utentes. As imagens que fizeram chegar ao Funchal Notícias são ilustrativas do modo como a praia está bem vigiada, o que, se por um lado é bom, por outro pode ser mau. O Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) deslocou uma viatura do continente para a praia da “Ilha Dourada”, a qual se vem somar à moto 4 e ao carro Rino da Autoridade Marítima que, conforme nos descrevem, “andam constantemente a circular junto à linha de água na praia do Porto Santo”, um local cujo areal é considerado uma das 7 maravilhas de Portugal. Não falta mesmo quem entenda que tanta vigilância consubstancia “um atentado ao ambiente” e um incómodo aos banhistas que “qualquer dia vão ter de se afastar para dar passagem”.

A imagem é considerada negativa, pois em anos anteriores era proibido circular com veículos deste tipo na praia. Esse patrulhamento era realizado pela estrada, sendo depois o acesso, caso necessário, realizado a pé dentro do areal. Há quem se interrogue sobre o que vai acontecer no mês de Agosto, quando a praia, previsivelmente, estiver cheia.