PTP diz que “não é porque morre uma andorinha que acaba a Primavera”

Foto arquivo

O PTP veio agradecer “a todos os eleitores, simpatizantes e militantes que depositaram a sua confiança” neste projecto político. Esta força política assume que “não conseguiu atingir o objectivo de eleger um deputado à Assembleia Legislativa da Madeira, mas continuaremos a nossa luta em prol do povo da Madeira. Não é porque morre uma andorinha que acaba a primavera”, reza uma nota de imprensa.

“Temos uma excelente equipa, fizemos um bom trabalho ao longo destes anos, mas o eleitorado, infelizmente, preferiu optar por outras forças políticas, que acabaram por não ser bem-sucedidas, como é o caso do Partido Socialista.  Não só não vislumbramos qualquer mudança no especto político regional, como a democracia e o pluralismo regional ficaram mais pobres. Tendo-se assistido a uma dispersão de votos sobre um conjunto de partidos, que não trazem qualquer mais valia para a democracia e a política regional”, sentencia o PTP.

O partido recorda que continua a ter um eleito na Assembleia Municipal do Funchal, e afirma que “continuará a trabalhar em prol do povo da Madeira e do Porto Santo, realçando que a 6 de Outubro há outra eleição”.

“Apelamos aos madeirenses e porto-santenses que reconheçam, para a Assembleia da República, o PTP e o seu cabeça de lista, José Manuel Coelho”, refere p partido.