O pulmão do planeta está a arder

O cantor brasileito Roberto Carlos eternizou a canção Amazónia, cujo refrão revela que ela é a “insónia do mundo”.

Há vários dias que a floresta amazónica está a arder.

Para além da intervenção humana (corte de árvores) é, agora, o fogo que está a destruir o pulmão do planeta.

Estima-se que, no último ano, uma área do tamanho de 500 mil campos de futebol foi destruída na Amazónia.

A nuvem de fumo é enorme e já terá chegado a São Paulo.

Segundo dados entretanto divulgados, cerca de 72 mil focos de incêndio foram detetados este ano na Amazónia, o número mais elevado dos últimos sete anos.

O assunto está a gerar uma guerra política entre o Governo brasileiro de Bolsonaro e outros governos mundiais e associações ambientalistas.

A floresta amazónica representa 20% do oxigénio no mundo.