Rendibilidade está na ordem do dia em conferência no Centro de Congressos; há recuperação positiva em vários sectores, incluindo o turismo

Rui Constantino, economista-chefe do Santander (fotos LR)

A rendibilidade está na ordem do dia, na XII edição da Conferência Anual do Turismo, que decorre ao longo do dia de hoje no Centro de Congressos da Madeira. Precedendo um painel com a participação de António Trindade, administrador do PortoBay, José Theotónio, administrador do Grupo Pestana e Gonçalo Batalha, administrador e partner da ECS Capital), o presidente da delegação madeirense da Ordem dos Economistas, Paulo Pereira, no discurso de abertura proferido esta manhã, apelou aos governantes para que, em nome da rendibilidade dos investimentos das empresas que põem a economia a funcionar, sejam capazes de ver mais longe do que os curtos períodos dos seus mandatos, cultivando uma visão de longo prazo e, nessa perspectiva, contribuam para desburocratizar os processos que viabilizam as empresas e o seu funcionamento. Salientou ainda que a organização deste evento está satisfeita com a adesão e com o leque de oradores, que “vêm trazer importantes testemunhos sobre os casos de sucesso”.

Após a intervenção de Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional (ver outra peça no site do FN) falou Rui Constantino, economista chefe do banco Santander, para considerar que Portugal soube ultrapassar de forma positiva a crise, cujos efeitos sobre a rendibilidade não deixaram de se fazer sentir de forma acentuada. Referindo-se especificamente ao caso do turismo, considerou que existe uma retoma bastante significativa, que também se reflectiu na Madeira.

Paulo Pereira, presidente da delegação madeirense da Ordem dos Economistas.

Entretanto, à tarde, estarão em debate as “Infraestruturas e Transportes”, com uma representante da Binter Canárias, Laura Torres Peñate, Martinho Fortunato (CEO da Marina de Lagos) e Ricardo Ferreira (CEO do Lisbon Cruise Terminal).

O terceiro painel, ‘Actividades Circundantes’, incluirá contribuições do Chef Rui Paula (Chef e CEO do Grupo Rui Paula), de Luís Correia da Silva (CEO do D. Pedro Golf) e Paulo Moura (CEO da Europcar Portugal).

Estão previstas ainda intervenções do bastonário da Ordem dos Economistas, Rui Leão Martinho, e da secretária regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço.