Greve dos enfermeiros poderá condicionar serviços no SESARAM a 10 e 11 de outubro

 HOSPITAL NELIO MENDONCA
SESARAM garante que os serviços mínimos estão salvaguardados.

Os enfermeiros vão para greve a 10 e 11 de outubro, uma paralisação que é nacional, mas que terá reflexos nos serviços de saúde prestados na Região. É para isso que alerta o SESARAM, referindo numa informação que essa situação “poderá condicionar a prestação de alguns serviços no SESARAM que envolvam o exercício de atividades por parte dos profissionais de enfermagem”.

A greve para o dia 10 de outubro, dis o SESARAM, “abrange apenas as unidades hospitalares e é previsível que afete diretamente a atividade cirúrgica programada no Bloco Operatório e na Unidade de Cirurgia de Ambulatório, Para o dia 11 de outubro, a greve dos enfermeiros poderá afetar a prestação dos cuidados de saúde nos Centros de Saúde da Região e nos Hospitais”.

O Serviço Regional de Saúde informa, ainda, que “de forma a minimizar os efeitos causados pela greve, os utentes que necessitam de cuidados prestados por este grupo profissional, devem contatar previamente os serviços mencionados de modo a avaliar as condições da viabilidade do atendimento. Importa salientar que todas as situações urgentes serão atendidas e os serviços mínimos salvaguardados”.

“O SESARAM e os seus profissionais tudo farão o que estiver ao seu alcance, sem prejuízo do direito à greve, para minimizar os efeitos desta junto dos utentes”, aponta a mesma nota.