RAM representada na 41ª Feira Nacional de Artesanato de Vila do Conde

 

 

A Região Autónoma da Madeira está representada na 41ª Feira Nacional de Artesanato, que decorre até ao dia 5 em Vila do Conde.
No ano que o Parlamento Europeu declarou como sendo o Ano Europeu do Património Cultura, no âmbito das competências do Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira, e dando continuidade às acções de protecção, divulgação e promoção do artesanato regional, o artesanato da Madeira está representado por três artesãos certificados pelo IVBAM, nomeadamente Maria da Luz Henriques (cerâmica), Duarte Abreu (artigos em pele incluindo a bota chã) e João Maurício (fabrico de miniaturas).
Presente está também a ceramista e arquitecta madeirense Vera Andrade, como artesã convidada e que foi distinguida com o prémio “Inovação” do Prémio Nacional de Artesanato 2017.
Esta é uma Feira de grandes dimensões, que recebe aproximadamente 400 mil visitantes por ano. Apresenta 158 módulos, 190 expositores, 68 artesãos a trabalhar ao vivo e 90 concelhos presentes, para além da RAM.
A temática desta 41ª edição é “Património e Criatividade” e pretende-se, com a realização deste projecto, materializar um dos objectivos específicos da celebração do Ano Europeu do Património Cultural: “Promover o património como fonte de inspiração para a criação contemporânea e a inovação”, refere uma nota de imprensa do IVBAM.
“Este evento é reconhecido como de excelência, apostando na promoção das artes tradicionais portuguesas, procurando todos os os anos criar as melhores condições para levar e valorizar junto do público os saberes da nossa cultura”, conclui o texto.