Deputados do PS-Madeira querem ouvir a presidente da ARM

Os deputados do PS-Madeira deram entrada, na Assembleia Legislativa da Madeira, a um pedido de audição parlamentar à presidente do Conselho de Administração da ARM, Nélia Sousa.

Considerando os registos da Agência para o Desenvolvimento e Coesão da União Europeia (UE), a empresa Águas e Resíduos da Madeira (ARM) dispõe de mais de 63,5 milhões de euros em projectos aprovados pela União Europeia, que permanecem por executar, diz o grupo parlamentar socialista.

Desde 2016 até ao presente, a ARM já inscreveu 15 empreitadas, todas consideradas fundamentais para a gestão da empresa, bem como para fazer face às necessidades de serviço de abastecimento de milhares de casas e terrenos agrícolas da Região Autónoma da Madeira. Contudo, apenas 6 dos 15 projectos seguiram os parâmetros normais até à adjudicação, sendo a taxa de execução de apenas 14,22%, enquanto as empreitadas apresentadas ao público representaram 72 milhões de euros, ou seja, apenas 9 milhões foram aplicados, nestes últimos dois anos.

Considerando o volume acentuado de projectos aprovados pela UE, não se percebem as razões de tão baixo nível de execução dos fundos europeus, diz o PS-M.

“Face ao mencionado, é do nosso entendimento saber as razões pelas quais existe tão baixa taxa de concretização de empreitadas lançadas a concurso público”, referem os deputados socialistas.