Homem confessou morte da menina lusodescendente, restos mortais já encontrados pela polícia francesa

menina
A menina de 9 anos que tinha desaparecido em agosto, durante uma festa de casamento em França. O principal suspeito confessou, agora, o crime.

Nordahl Lelandais, de 34 anos, confessou ter assassinado a menina lusodescendente de 9 anos, que tinha desaparecido durante uma festa de casamento, em França, em agosto de 2017. O homem estava em prisão preventiva e sempre negou a autoria do crime, embora os indícios conduzissem à sua responsabilidade. Agora, confessou a autoria da morte da menina e a polícia encontrou hoje os restos mostais num terreno próximo da casa do suspeito.

O caso apaixonou a opinião pública e desde o desaparecimento têm sido muitos os contornos elevantados até que o principal suspeito decidiu confessar o crime às autoridades seis meses depois.