JPP diz que Governo Regional deve seguir o exemplo da sua gestão autárquica

O partido JPP realizou no passado fim-de-semana Jornadas Parlamentares sobre a temática do poder local e das autarquias, para “esclarecer e enriquecer os autarcas eleitos pelo partido nas últimas eleições, alguns deles pela primeira vez nestas funções”.

“Falámos de questões relacionadas sobre como gerir uma autarquia, seja ela uma câmara, uma junta ou uma assembleia, que modelos o JPP tem seguido e o exemplo ganhador de Santa Cruz, que pegou numa autarquia que tinha uma dívida de mais de 54 milhões de euros, sem aumentar impostos. E aqui é uma crítica directa ao Governo Regional, que tem o regime fiscal acima da média e a dívida está a crescer. Já Santa Cruz não precisou de aumentar impostos para baixar a despesa corrente, para reduzir a dívida aos 18 milhões de euros e no final do mandato ainda teve capacidade de investimento na ordem dos dois milhões de euros para trazer melhor qualidade de vida da população”, realçou o dirigente Élvio Sousa.

O também deputado insistiu que “as autarquias do JPP devem ser um exemplo para o Governo Regional seguir, exemplificar e constituir.”

O líder parlamentar do JPP mostrou-se também preocupado por ver “o agora vice-presidente do Governo a dizer que não vai estar calado perante a falta de compromisso de Lisboa com a Madeira, mas aparentemente ficará calado diante da situação da saúde, da educação e do desemprego na Região”.

Élvio Sousa referiu que “gerir uma Câmara e gerir um Governo é manifestamente diferente, mas gerir contas, sejam pessoais ou institucionais, exige a mesma competência em matéria fiscal, procurando reduzir a dívida sem trazer mais impostos para a população”.