“Somos Todos Monte” recomenda uso de pesticidas naturais

Foto DR.

Depois de no fim do passado mês de Maio, a Lista Independente “Somos Todos Monte” ter alertado na comunicação social para o estado lastimável em que se encontrava o Caminho do Lombo e de esse alerta ter resultado numa limpeza a esse mesmo caminho, o que se constata passados estes poucos meses, é que os moradores voltam novamente a sofrer as consequências de uma limpeza urbana ineficiente.

Segundo o movimento, outros caminhos, como o Caminho do Monte estão também com imagens de verdadeiro desmazelo.

Neste caso, é importante relembrar que este caminho é usado diariamente por centenas de turistas nas suas viagens em carros de cesto e assim sendo esta é claramente uma imagem negativa que passamos do destino Madeira e em especial da freguesia do Monte.

Para o movimento, estas situações são também efeitos do fim do uso de alguns pesticidas químicos que por recomendação científica deixaram, e bem, de ser usados para protecção da saúde pública.

Esse novo contexto do não uso de pesticidas químicos, exigia uma alternativa e organização dos órgãos políticos para fazer face à nova realidade, mas até este momento esses responsáveis políticos parecem não ter encontrado uma solução eficaz e sustentável.

É neste sentido, que a Lista Independente “Somos Todos Monte” propõe o uso de pesticidas naturais, como a água salgada, para o controlo das espécies infestantes nos arruamentos e suas bermas.

“Do nosso ponto de vista, o uso de pesticidas naturais permite salvaguardar o meio ambiente e a saúde da população e ao mesmo tempo atingir um mínimo de eficiência e durabilidade nas limpezas urbanas na cidade”, revela em comunicado.