Governo emite voto de pesar pela morte de Ana Margarida Falcão

quinta-vigiaO Governo Regional emitiu, hoje à tarde, um voto de pesar pela partida de Ana Margarida Falcão.

Eis o teor do voto:

Morreu Ana Margarida Falcão, figura incontornável da literatura madeirense.

Figura incontornável da literatura madeirense, Ana Margarida Falcão fará muita falta à Cultura da Madeira. Poeta, escritora, professora universitária, elemento muito ativo nas ações de divulgação cultural, Ana Margarida Falcão foi um marco importante na vida cultural da ilha. Colaborou em inúmeras atividades culturais, em revistas, em programas na comunicação social, em Feiras do Livro, em colóquios, congressos, conferências, debates e recitais.

Sem a presença ativa de Ana Margarida Falcão a Madeira fica mais pobre.

Ana Margarida Falcão deixa obra feita, nomeadamente enquanto escritora e poeta. Há que honrar essa obra, proporcionando modos de divulgação e de estudo desse importante património cultural.

O Governo Regional a Madeira expressa o seu profundo pesar pelo desaparecimento desta importante protagonista cultural, pela sua criatividade ímpar, pelo seu empenho e seriedade, pela sua competência científica, pela sua simpatia e pelas suas inúmeras qualidades humanas”.