Veleiros da XIX Regata Internacional Canárias Madeira já estão na Marina do Funchal

unnamed-1Todos os veleiros que participam na XIX Regata Internacional Canárias Madeira já estão ancorados na Marina do Funchal. As últimas embarcações cortaram a linha de chegada na noite desta quinta-feira velejando sempre com ventos fracos.

Recordamos que o primeiro veleiro a chegar ao Funchal foi o Swing de José Augusto Araújo do Centro de Treino de Mar, um “Grand Soleil 50”que cortou a linha de chegada pelas 7h46 da manhã de quinta-feira.

O veleiro Naroe (Dufuour 40) de Norberto Delgado do Clube Náutico de Arrecife na entrada na Baia do Funchal partiu o mastro por razões técnicas, cabos que se prenderam e que não permitiram que o skipper fizesse a manobra que pretendia, situação que já está a ser resolvida com o apoio do Clube Naval do Funchal.

De lembrar ainda que esta  Regata Internacional que já conta com XIX edições largou da cidade de Arrecife na ilha Canária de Lanzarote na passada terça-feira, tendo os primeiros barcos chegado ao Funchal, na manhã de quinta-feira pelas 7h46; a embarcação madeirense Swing de José Augusto Araújo, foi a primeira a cortar a linha  vencendo o Troféu “Dr. Alivar Jones Cardoso”, seguido por duas embarcações canárias a apenas curtos 2 e 13 minutos de diferença, o que mostra o elevado nível competitivo desta regata após cerca de 291 milhasnáuticas percorridas.

Esta competição, co-organizada entre o Clube Naval do Funchal e o Real Club Náutico de Arrecife, é destinada a barcos da classe de vela de cruzeiro e é disputada através do sistema de classificação ORC e OPEN.

Paralelamente a este evento, o CNF organiza hoje e amanhã, 10 de Setembro, o “Troféu Internacional de Optimist La Vie Funchal” – classe Optimist com velejadores dos 7 aos 14 anos e conta com a presença de jovens de três clubes de Canários, para uma frota que se prevê de cerca de 40 barcos.

A presidente do Clube Naval do Funchal declarou que, “este grande evento náutico, que aproxima de forma extraordinária os arquipélagos da Madeira e Canárias através do recurso que se encontra entre nós – o mar – traz à nossa região o formidável número de 350 espanhóis. Com esta vinda, é-nos permitido apresentar a quase meio milhar de visitantes – incluindo uma forte componente jornalística vinda de toda a península Ibérica –  a nossa ilha e tudo o que podemos oferecer, nomeadamente, o nosso clima, as nossas paisagens, a nossa gastronomia e claro, a nossa hospitalidade. E estes pontos são tornados ainda mais claros aos nossos irmãos ibéricos através das iniciativas que promovemos durante esta regata”, realçou.

Mafalda Freitas referiu ainda que o  “programa feito a pensar não só no velejador, mas também no turista que está de passagem cá e no entusiasta da vela . A XIX Regata Internacional Canárias – Madeira e o Troféu Internacional de Optimist La Vie Funchal fazem da capital madeirense o centro das atenções a par da festa do vinho madeira, sendo nosso propósito continuar a trabalhar em prol da nossa economia e da promoção do nosso rico mar cheio de potencial.Mais do que um evento náutico. É um acontecimento regional”, concluiu.

unnamed-2No dia 8, foi a abertura do village da regata na Marina do Funchal, feita com música ao vivo. Hoje, no Instituto do Vinho e do Bordado da Madeira, decorre um Madeira de Honra para receber os velejadores vindos do arquipélago espanhol.

E amanhã, dia 10, para concluir este grande evento, haverá a já conhecida Festa Branca na Quinta Calaça que abre as portas às 23h30 e terá uma banda ao vivo a tocar a partir da 0h00, antecedida pela entrega de prémios.