Madeirense morto a tiro na África do Sul num assalto a padaria (atualização)

000038
A padaria do empresário madeirense, fotografada por Rui Marote, numa visita à África do Sul, onde foi bem acolhido pelo mesmo.

Com Rui Marote / A criminalidade não pára de aumentar na África do Sul. O FN foi informado de que um emigrante madeirense na África do Sul, António Manuel Pinto Correia, foi baleado por um assaltante, na padaria e pastelaria que explorava na cidade do Cabo, há mais de 30 anos.

O crime aconteceu esta manhã, por volta das 08h00, hora local, quando quatro indivíduos de raça negra assaltaram a Padaria “Broadway”, em Voortrekker Road Maitland.

Os assaltantes, após se terem apoderado da caixa do estabelecimento, balearam o proprietário, natural de São Pedro, Funchal, com 71 anos, na cara. Tudo leva a crer que o madeirense reconheceu um dos assaltantes, o que motivou o disparo mortal, tendo chegado já ao hospital morto. O Filho da vítima testemunhou o assalto, tendo saído ileso.

O caso está a provocar profunda consternação na comunidade de emigrantes madeirenses do Cabo, já que o empresário era uma figura conhecida e com todos mantinha boas relações, inclusive com a população sul-africana.

O madeirense falecido era casado com uma madeirense, natural da Camacha, e tem dois filhos maiores de idade.

À Família enlutada, o FN endereça as mais sinceras condolências.