Passeio na Madeira num Austin 10 de 1935 “à volta do jardim flutuante” no Atlântico.

austin-10-1935

No site do jornal The Independent (http://www.independent.co.uk/) Richard Webber relata a sua experiência ao conhecer as paisagens da ilha da Madeira com a colaboração de dois irmãos: João (31 anos), e Paulo (41 anos), e do Austin 10 da empresa Two Ten Classic Tours. Ficou impressionado com a maneira como um carro dos anos 30 pode estar tão bem conservado e chamar a atenção das pessoas fazendo com que os seus ocupantes se sintam como reis. Confessa, porém, que não deixou de sentir medo uma vez que, segundo João, “os travões demoram mais para reagir do que nos carros modernos, são como os de uma bicicleta, contam com pequenos cabos.” Na subida das colinas, Richard receou que tivesse de sair para empurrar o Austin 10, mas tal não aconteceu. O carro com 80 anos de idade luta para subir colina após colina sem perder nenhuma batalha. Viajar na Madeira nos clássicos existentes na ilha é um modo único e inesquecível de conhecer a ilha, narra Webber,