Sandra Moniz reconhece que é preciso mais médicos de oftalmologia para tanta procura

Sandra Moniz reconhece que são mais precisos mais médicos de oftalmologia.

A nível de oftalmologia hospitalar, o que mais preocupa a diretora do Serviço é o número insuficiente de médicos para dar resposta às muitas e crescentes solicitações da população. Daqui resulta também a dificuldade da acessibilidade das pessoas às consultas.

Há uma “equipa muito trabalhadora e competente” no Hospital Dr Nélio Mendonça. De facto, elucida, “a capacidade máxima está instalada, mas, admite Sandra Moniz, “somos poucos para a procura”.

No fundo, todos olham para a oftalmologia. Quando os estudantes acabam os seus cursos, fazem o exame de acesso à especialidade. Sandra Moniz explica que, como diretora do Serviço de Oftalmologia do Hospital Dr Nélio Mendonça tem pedido sempre duas vagas. “Preciso de mais gente nova. Acontece que não sou eu nem a nossa Secretaria Regional que decide essa questão mas o nosso Colégio de Especialidade que não abre vagas, uma vez que considera suficiente”.

No entanto, os profissionais ao serviço desdobram-se de forma exaustiva no sentido de dar a melhor resposta aos utentes, embora limitados pela falta de pessoal.