Pedro Calado sensibiliza população para evitar os maus tratos e o abandono dos animais

Fotos DR/CMF

Durante abertura da segunda edição da ‘Causa Animal’, que decorre no Largo da Restauração até amanhã, o presidente da Câmara Municipal do Funchal (CMF) apelou a população para “evitar os maus tratos e o abandono dos animais”.

Pedro Calado  sensibiliza as pessoas que têm condições,  para fazer a adoção de cães e de gatos, disponíveis através do Canil Municipal do Vasco Gil e das Associações que trabalham com a autarquia do Funchal, mas pede que não os abandonem.  “Infelizmente ainda se assiste muitas situações em que a população faz adoção mas depois  abandona os animais quando começam a crescer, isto revela falta de alguma preocupação e sensibilidade”, lamentou.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal enalteceu o envolvimento de várias entidades, incluindo as  Juntas de Freguesia na defesa da causa animal, sublinhando que esta é uma causa muito importante para a autarquia, realçando o investimento que tem sido feito na realização de campanhas de esterilização e vacinação.” Nunca houve tanto apoio às Associações dedicadas à causa animal, como agora”, garantiu.

Pedro Calado  relembrou o investimento que também  será efetuado na requalificação do Canil Municipal Vasco Gil, num valor superior a 750 mil euros.

O evento que decorre no largo da Restauração é organizado pelo Instituto da Segurança Social, através do Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão do Funchal, com o apoio da CMF.

O objetivo passa por sensibilizar a comunidade para a causa animal, nomeadamente no que concerne aos animais abandonados e também apoiar cidadãos com deficiência. “Trata-se de sensibilizar a comunidade ocupacional e envolvente para as questões da proteção, do bem-estar e dos direitos dos animais, bem, como, promover o bem-estar físico, social e emocional dos utentes através da terapia com os animais”, salientou.    

Nesta edição da ‘Causa Animal’ estão presentes várias Associações que apoiam pessoas com deficiência, que estão a vender trabalhos no recinto.