Rui Barreto terça-feira na “Portugal Smart Cities”

O secretário regional da Economia, Rui Barreto, participa, esta terça-feira, na “Portugal Smart Cities”, uma cimeira que decorre, na Feira Internacional de Lisboa – FIL, ao longo de três dias.

No primeiro dia do evento, o secretário regional da Economia integrará um painel onde será abordada “A perspectiva da economia e das empresas”, que será moderado por Paulo Baldaia, jornalista do semanário Expresso, e onde participam ainda Alexandre Fonseca, presidente da EUSOUDIGITAL, Rui Ferreira, presidente da Portugal Ventures e Maria Antónia Saldanha, “country manager” da Mastercard Portugal.

Além do secretário regional da Economia, participa também neste evento o presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado, que integra o painel que irá debruçar-se sobre “A perspectiva das autarquias” e onde participam, igualmente, os presidentes de câmara da Amadora, Carla Tavares, do Fundão, Paulo Fernandes e de Loures, Ricardo Leão, bem como Ângelo Pereira, vereador da Câmara Municipal de Lisboa.

O evento, que é organizado pela Fundação AIP, promete apresentar as últimas novidades tecnológicas para as cidades inteligentes, com a participação de entidades públicas e privadas provenientes de diversas geografias, estabelecendo e fomentando sinergias entre o território, a indústria e o meio académico e científico.

Da Madeira, para além do secretário regional da Economia e do presidente da Câmara Municipal do Funchal, estarão também representadas, através da Invest Madeira, algumas empresas regionais, precisamente, Floating Particule, ACIN – Icloud Solutions, Nearsoft e a Presspower.

Na “Portugal Smart Cities” participam cidades inclusivas, que visa, a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos, dando a conhecer as suas valências e as suas boas práticas, numa perspectiva de atracção de investimento.

Nesta feira é possível ainda encontrar como participantes as autarquias, entidades públicas e privadas, empresas e startups dos clusters da mobilidade, eficiência energética, ambiente e sustentabilidade, uso racional da água, tratamento e valorização de resíduos, inteligência artificial, cibersegurança, Big Data, ensino superior, bem como representantes da comunidade académica e científica.