BE: «Túnel megalómano vai fazer disparar ainda mais a dívida da Região»

Foto DR

Em comunicado, a Comissão Política Regional do Bloco de Esquerda (BE) considera «inaceitável que, numa altura em que milhares de madeirenses e porto-santenses passam sérias dificuldades para suportar o brutal aumento do custo de vida, o Presidente do Governo Regional anuncie um túnel megalómano que vai fazer disparar ainda mais a dívida da Região e que vai custar, nas suas palavras, “uns milhões de euros”. Aparentemente, não faz qualquer ideia de quanto irá custar um projeto que está a anunciar já para 2023, e nem está preocupado com isso. Para o PSD-M, a dívida pública da Região é um saco sem fundo ao sabor dos seus desvarios e da sua clientela. É este o sentido de responsabilidade de quem tem de gerir dinheiros públicos.».

O partido acusa o Governo Regional (GR) de «recusa[r]-se a baixar o IVA e, com isso, reduzir os preços» da eletricidade, dos bens alimentares e do gás. Segundo o BE, o GR «Recusa-se a baixar o IVA com o argumento de perda de receita, mas não hesita em endividar cada vez mais todas e todos os madeirenses e porto-santenses.»

«Temos um Governo Regional e um Presidente que vivem numa espécie de bolha virtual e completamente alheados da realidade dos seus cidadãos, que optam por ignorar os seus problemas e cuja única receita é a mesma há quase 50 anos: betão e alcatrão.», é desta forma que a Comissão Política do BE finaliza o comunicado.