«A Feira Agropecuária é muito importante», considera Humberto Vasconcelos

Apresentação da 65.ª edição da Feira Agropecuária. Foto: DR

O Secretário Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural promoveu hoje, no auditório do Edifício Golden, uma conferência de Imprensa de apresentação do programa da 65.ª edição da Feira Agropecuária, a popular Feira do Gado, que decorrerá entre 7 e 10 de julho, na Santa do Porto Moniz.

«Esta Feira é muito importante porque permite apresentar o que de melhor temos na Região ao nível da pecuária. Permite a comercialização de animais e a promoção e divulgação de produtos do sector primário. É também um momento muito importante para o Porto Moniz, nomeadamente para a restauração e para a hotelaria, como também é para os expositores que se deslocam à Feira», destacou Humberto Vasconcelos, sublinhando que «este ano, o Governo Regional mobilizou uma vasta equipa para a organização deste evento, que contará com cerca de 150 expositores, inúmeras atividades e algumas animações um pouco restritas, para não colocar em causa o bem-estar animal».

«Foram criadas regras para que não se perturbe muito os animais que vão estar em exposição”, explicou o governante, adiantando que devem passar pela Feira milhares de madeirenses nos próximos quatro dias. “Há claramente uma vontade da população em se deslocar ao Porto Moniz, a um evento que já não se realiza há dois anos e que é muito querido dos madeirenses», vincou.

Humberto Vasconcelos revelou ainda que para receber os visitantes da melhor forma, foram criadas mais zonas de descanso, com mais bancos, e que a Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural terá um conjunto de serviços de apoio disponíveis para todos os agricultores, inclusive atendimento presencial, com técnicos a acompanhar. «Uma forma de descentralização, de colocarmos a Secretaria perto das pessoas, através de uma Feira que é um marco», finalizou.