Campeonato da Europa Non Stadia 2024 realizar-se-á no Porto Santo

Policarpo Gouveia, presidente da Associação de Atletismo da Madeira, esteve presente em Itália, em Grosseto (comuna italiana, localizada na Maremma Toscana) para receber a passagem de bandeira da organização do Campeonato da Europa Non Stadia em Masters, cuja próxima edição realizar-se-á no Porto Santo, em Maio de 2024.

Trata-se de um evento que entre participantes e acompanhantes, irá ultrapassar as duas mil presenças, durante cerca de uma semana. Será, aliás, o maior acontecimento desportivo na Ilha Dourada, e que vai originar um impacto económico superior a dois milhões, afirma-se num comunicado.

Sendo o Porto Santo uma ilha que recebe anualmente a visita de milhares de turistas e visitantes, e depois de, nos últimos dois anos, ter sido também algo fustigada pela pandemia, este importante evento é um “chamariz” não só para os atletas e delegações que os acompanham, mas também para os turistas que ajudarão a encher os hotéis e alojamentos locais.

A economia do Porto Santo depende muito do turismo e também dos grandes certames, sendo que a Ilha Dourada ao receber um evento desta dimensão, irá potenciar todo um conjunto de serviços que darão um importante lenitivo à economia local. São esperadas participações de atletas provenientes de vários países, a competir nas diversas vertentes da prova.

Esta competição em 2024 irá decorrer durante quatro dias, com a meia-maratona (10 km), e ainda com as provas de 30km, 20km e 10 km marcha, corta-mato por estafetas. Existe ainda a possibilidade de ser feito um “nordic walking”, uma modalidade no domínio do “Fitness” que tem vindo a ganhar popularidade na Europa nos últimos anos, com forte implantação em Espanha e Itália, e que consiste na caminhada em qualquer tipo de terreno com o auxílio de dois bastões especiais. Mover-se conscientemente, activando todos os sentidos, é a base da “nordic walking”.

Na passagem do testemunho, e com as presenças de altos responsáveis do Atletismo italiano e desta competição em específico, Policarpo Gouveia referiu no seu discurso ser “uma honra muito grande para a nossa Associação e para a nossa Região, receber e organizar este Campeonato Europeu Non Stadia em Masters”.

Prosseguiu, afirmando que “certamente que tudo faremos para que seja uma competição bem organizada e também com muita qualidade, que deixará os amantes do atletismo e público em geral, satisfeitos com este grande evento”.