Secretaria da Saúde nega ter rompido diálogo com Sindicato dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica

foto Rui Marote (arquivo)

A Secretaria Regional de Saúde e Protecção Civil reagiu a uma notícia hoje divulgada na comunicação social regional, respeitante ao rompimento do diálogo social entre esta instância governamental e o Sindicato dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica (STSS), que se vão reunir em plenário esta terça-feira, a partir das 13 h, para estudar como proceder.

A Secretaria da Saúde assegura que nem ela nem o SESARAM romperam qualquer diálogo social com o STSS, nem com nenhum outro Sindicato. Por outro lado, “todo o processo de negociação e diálogo social tem sido conduzido pelo SESARAM, e devidamente acompanhado pela SRS”, e “só este ano a SRS e o SESARAM contabilizam pelo menos seis reuniões de trabalho com o STSS”.

“Da ordem de trabalhos da reunião de plenário entre o STSS e os trabalhadores Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica (…) e a que o SESARAM teve acesso, só constam dois pontos, não havendo nenhum alusivo às questões relatadas na notícia em questão”, publicada pelo DN-Madeira, e que refere que o Governo Regional não se mostra disponível para debater temáticas como a revisão das carreiras ou a atribuição de subsídio de risco, segundo o sindicalista Roberto Silva.

“Reitera-se que a SRS o SESARAM estão sempre disponíveis para dialogar com os diversos parceiros sociais, como tem sido apanágio, quer da SRS, quer do SESARAM, EPERAM”, conclui o comunicado.