África do Sul critica reação “draconiana” à ómicron [vídeo]

¡AF!