JPP foi aos Reis Magos auto-elogiar a obra da frente mar e prometer um parque infantil

O JPP foi aos Reis Magos para salientar toda a intervenção planeada para aquela frente mar que é “de uma beleza ímpar e representa um dos ex-libris do Caniço”, referiu, na oportunidade, Filipe Sousa.

“Todas as obras executadas recentemente neste espaço ainda não correspondem àquilo que desejamos. Queremos, nos próximos 4 anos, fazer aqui um parque infantil, queremos substituir todo este pavimento para dar outra dignidade ao espaço, queremos prolongar a promenade até ao Portinho e lamentamos os constantes bloqueios que se têm verificado para concretizar esta reabilitação”, refere uma nota deste partido.

O candidato à Câmara Municipal de Santa Cruz lembrou o contrato-programa com o Governo Regional que “até à presente data e passado 8 anos foi zero”.

“O que é criado para o usufruto de toda a população, de forma gratuita, não merece consideração. Reitero que o PSD e o CDS pretendiam nesta zona do solário fazer uma piscina, através da concessão a um privado e nós dissemos «não»”.

Filipe Sousa lamentou “profundamente que a candidatura da coligação PSD/CDS para a Câmara Municipal de Santa Cruz só se lembre agora que o Caniço existe” e que não considere os “constantes bloqueios que tanto o Governo Regional como os seus partidos têm feito à população de Santa Cruz”.

“Aqueles que nos criticam são aqueles que nos bloqueiam dinheiros que são devidos, nomeadamente, por via do IVA, superior a meio milhão de euros, as verbas do IRS, superior a 2,2 milhões de euros e também as verbas do parque empresarial da Cancela que são superiores a 5 milhões. Logo aqui temos um pacote financeiro que nos possibilitava fazer uma intervenção como deve de ser, e que é nossa intenção, indo ao encontro das expectativas do povo do Caniço”, frisou o candidato.

“A população deste concelho e desta freguesia em particular não se podem deixar enganar por esses vendedores de banha de cobra (…)”, avisou.