Falta de limpeza dos terrenos junto à Estrada Luso Brasileira é um “barril de pólvora” que deixa moradores em sobressalto

O matagal a tomar conta dos terrenos e a colocar em perigo as habitações vizinhas. Fotos FN.

O perigo está latente na Estrada Luso Brasileira, no Funchal. A falta de limpeza dos terrenos adjacentes a esta Estrada pode tornar-se num barril de pólvora em caso de incêndio, o que preocupa os moradores da zona que alertaram o Funchal Notícias para o facto.

https://www.facebook.com/funchalnoticias/videos/1223787601365865

Os mesmos moradores revelam já ter alertado a Câmara Municipal do Funchal, bem como os proprietários dos terrenos que estão ocupados por árvores infestantes, designadamente acáceas. Ao que apurámos, um dos principais titulares dos terrenos onde cresce sem freio a vegetação infestante é um conhecido empresário desta praça, de nacionalidade estrangeira.

Recorde-se que, nos incêndios de 2016 que fustigaram o Funchal, esta zona foi fortemente atingida pelo fogo que desceu desde as Babosas-Monte. Com o tempo de calor que se tem feito sentir na Região, a preocupação de quem tem as suas moradias junto a estes terrenos abandonados é crescente. Por isso, os moradores voltam a alertar a Câmara Municipal do Funchal para, ao abrigo da lei, intervir e acionar as medidas necessárias à limpeza dos terrenos, como tem feito com outros proprietários, sob pena de, em caso de sinistro, responder pelos danos no património de terceiros.