Estepilha: Gouveia e Melo fazia avaliações positivas, mas a TV atrás dele não…

O Estepilha às vezes depara-se com situações curiosas e mesmo caricatas. Não é que, quando o vice-almirante Gouveia e Melo, coordenador da “Task Force” para a vacinação em Portugal, dirigia palavras tranquilizadoras aos jornalistas e de elogio da contenção pandémica na RAM, com lições que até podiam ser aproveitadas pelo resto do país, dizia, a TV atrás dele apontava diversos concelhos “em situação de alerta”? O contraste é evidente na foto e suscita algumas dúvidas. Até porque Maurício Melim, médico coordenador da Saúde Pública, admitiu que a variante Delta, mais transmissível, poderá até já estar entre nós, naquele preciso momento; porque foi (e bem) abordada pela jornalista da RTP a problemática dos estudantes e emigrantes que virão agora para a Região, podendo aumentar o risco de transmissibilidade; e porque, “last but not least”, foi hoje anunciada pelo governo regional a boa notícia de que a Madeira já está na “lista verde” do Reino Unido.

Tudo muito positivo, sem dúvida, mas no continente as coisas já estão a andar para trás, com o Governo central a renovar cercos da área metropolitana de Lisboa e os restaurantes novamente a ter de fechar depois do almoço aos fins-de-semana. Na prática, recuar dois meses no desconfinamento. É sempre bom ouvir palavras positivas, apostas na economia e tudo isso.

Só é bom levar em consideração as novas variantes, o controlo a que se têm que submeter os turistas e madeirenses que regressam, e os cuidados com as aglomerações dos jogos de futebol e outras festividades sem as quais o povo não passa, quer nos bares, quer nos estádios.

Enfim, que corra tudo bem e não tenhamos de dizer, daqui a uns tempos, “Estepilha”, volta tudo à primeira forma..