Rigor e organização na máquina montada no Tecnopolo para a vacinação Covid com Jorge Carvalho e Pedro Ramos sempre no terreno

Fotos FN.
Secretários da Educação e da Saúde acompanharam, logo pela manhã, o processo de vacinação. Fotos FN.

Apesar das dúvidas de muitos, a verdade é que o processo de vacinação à Covid 19 está a decorrer com grande adesão dos madeirenses convocados para o efeito, e de forma ordeira e eficaz.

 

https://www.facebook.com/funchalnoticias/videos/480351989759042

No Madeira Tecnopolo está montada uma grande logística que prima pela organização, rigor e  grande profissionalismo por parte de enfermeiros e assistentes. Nesta semana, dedicada sobretudo à vacinação de docentes e trabalhadores não docentes, o processo decorre com celeridade e organização. Aliás, hoje pelo início da manhã, os secretários regionais da Educação e da Saúde, Jorge Carvalho e Pedro Ramos, respetivamente, acompanharam o arranque dos trabalhos no terreno, deixando palavras de encorajamento aos madeirenses.
É de salientar, neste processo, a forma atenciosa e extremamente humana como os profissionais de saúde, da  triagem e nomeadamente de enfermagem procedem à vacinação, assim como a monitorização dos utentes, durante os 30 minutos que aguardam após a aplicação da vacina.
Neste processo, não é possível ignorar algumas dúvidas que pairam no ar sobre os possíveis efeitos secundários da vacina da AstraZeneca, que está a ser aplicada, devido à polémica que envolveu este laboratório em várias partes do mundo, desmontada, no entanto, com o aval da Agência Europeia do Medicamento. Há receios evidentes, embora a ciência tranquilize com a falta de comprovado nexo de causalidade entre alguns episódios hemorrágicos e a aplicação da vacina. No entanto, a necessidade de combater o vírus está a falar mais alto nos utentes que confiam na ciência, em nome da segurança.
Recorde-se que, após a vacinação dos idosos das faixas etárias mais avançadas, 90 e 80 anos de idade, estão a ser agora vacinados os profissionais ligados à Educação, uma vez que o ensino passa a presencial a partir de 8 deste mês. Após a primeira inoculação, a segunda está agendada para finais de junho do corrente ano.
Toda a configuração do salão do Tecnopolo foi adaptado a esta vacinação coletiva, com largo número de profissionais que picam o ponto às 08h00 e terminam bem ao fim da tarde. O conforto é também assegurado no salão através da instalação de aquecedores. Tudo detalhes que concorrem para que a vacinação decorra nas melhores condições, sendo, no entanto, de destacar, a forma ordeira e sobretudo a dedicação do pessoal de enfermagem aos utentes.