Desratização no Porto Santo avança de 3 a 7 de Fevereiro

O Governo Regional, através do gabinete da Vice-Presidência no Porto Santo, vai levar a cabo, a partir da próxima quarta-feira, dia 03 e até ao próximo dia 10 de Fevereiro, uma campanha de desratização em diversos pontos da ilha.

No decurso desta campanha, que se desenvolve no âmbito das medidas de apoio aos agricultores, os funcionários do Gabinete da Vice-Presidência aplicarão uma tonelada de raticida, que será distribuída nas zonas mais críticas e com maior incidência de roedores e que foram, anteriormente, devidamente identificadas pelos serviços competentes, refere uma nota.

Para além do combate junto aos terrenos agrícolas, está prevista, igualmente, a  aplicação de raticida em espaços circundantes aos núcleos populacionais, tendo em consideração os factores contributivos para a propagação de roedores existentes (Rattus rattus, Rattus norvegicus e mus musculus), sobretudo o aumento da vegetação que ocorreu nos últimos meses e, consequentemente, o incremento de alimentação e abrigos para os mesmos, com todas as consequências nefastas para a saúde pública.

Esta intervenção integra-se num trabalho sistemático que o Governo Regional da Madeira tem vindo a desenvolver por toda a Região Autónoma, incluindo o Porto Santo, com o intuito de controlar este tipo de pragas, evitando a sua proliferação e garantindo a segurança, a saúde e bem-estar das populações, informa-se.

Da mesmo forma, através desta acção de controle da população de ratos, o Governo Regional pretende evitar situações como as ocorridas na década de 90, em que se verificaram vários problemas e prejuízos agrícolas devido à excessiva população de roedores naquela ilha.