Voo da Wizz acabou por não trazer madeirenses

Rui Marote

De acordo com uma informação a que o Funchal Notícias teve acesso, hoje, pelas 11h10, chegou ao aeroporto da Madeira um voo proveniente de Luton, no Reino Unido, e cuja lotação deveria ser constituída, por volta dos 70 por cento, por madeirenses a residir e trabalhar naquele país, de regresso à RAM por altura da festas. Porém, e dados os recentes condicionalismos aos voos com proveniência da Grã-Bretanha, e na sequência das recentes complicações com o voo da British Airways que teve de regressar ao seu destino, este voo, da companhia low-cost Wizz Air, acabou por chegar vazio à Região. No regresso, transportará cidadãos britânicos que têm de regressar ao seu país de origem. Os emigrantes madeirenses acabaram, para já, por permanecer na Inglaterra.