Dinamarqueses no Porto Santo a partir de 13 de setembro para consolidar mercado turístico de inverno

Fotos Funchal Notícias.

O diretor-geral dos hotéis Vila Baleira, Bruno Martins avançou hoje ao Funchal Notícias que o Vila Baleira Porto Santo está com 84% de ocupação. A grande aposta, nestes meses de agosto e setembro, é nos turistas do continente e da Madeira.

“Cremos que ainda vai subir um bocadinho mais até ao final do mês de Agosto”, vaticinou.

Para o mês de Setembro as perpectivas também são boas, de crescimento, até porque a procura está a ser “bastante positiva”.

Além disso, com a entrada dos dinamarqueses, prevista para o dia 13 de setembro, será possível alavancar ainda mais a operação de inverno que, apesar de tímida, costuma ser consistente.

Relativamente aos colaboradores, o grupo aderiu ao lay-off -que terminou a semana passada- sendo que todos os trabalhadores estão agora no ativo.

Instado sobre o fim da quarentena obrigatória decretada pelo Reino Unido aos cidadãos que fazem férias em Portugal, Bruno Martins considerou-a bastante positiva. Aliás, peca por tardia, uma vez que os indicadores sobre a pandemia em Portugal, já deveriam ter levado o governo britânico a antecipar tal medida.

O Vila Baleira Hotels &Resorts também trabalha com o mercador emissor britânica, sobretudo para ocupar a unidade recentemente aberta na zona do Lido, no Funchal.

“Com esta abertura, temos outro tipo de expectativas”, disse.

Relativamente à unidade hoteleira do grupo, no Funchal, a ocupação atual é de 37%. A ocupação oscila entre os 35% e os 50% desde que abriu ao público a 15 de julho.

Por outro lado, há uma oferta combinada entre as duas unidades hoteleiras no Funchal e no Porto Santo, sendo a expectativa que este tipo de produto seja ainda mais procurado.

“Estamos a trabalhar de uma forma muito intensa para convencer as pessoas a virem para o arquipélago da Madeira porque temos duas ilhas muito seguras, com um controlo sanitário muito forte”, disse.

“Estamos, neste momento, com zero casos no Porto Santo, por alguma razão é! Na Madeira as coisas estão controladas. Isso deverá ser um argumento de venda e promoção do destino quando outros países da Europa estão ja a entrar numa segunda vaga”, disse.

Segundo Bruno Martins, as medidas de controlo da COVID-19 implementadas quer na Madeira quer no Porto Santo “têm sido eficazes e exemplares”.

O feed-back “é muito positivo” e a abertura de novos locais de testes no continente veio facilitar bastante a decisão dos turistas continentais optarem pela Madeira e pelo Porto Santo.

Aliás, 95% dos hóspedes do Hotel Vila Baleira Porto Santo já trazem o teste feito antes do embarque.

Necessário é mesmo incrementar o número de voos.