PSD-Porto Santo faz balanço ao primeiro semestre de 2020 e prepara “novas respostas sociais e económicas”

A Comissão Política do PSD Porto Santo promoveu hoje, quinta-feira, um encontro com o objectivo de efectuar um balanço ao primeiro semestre do ano, um período marcado pela pandemia de COVID-19, analisar as medidas levadas a cabo para minimizar os impactos daí decorrentes e sublinhar a progressiva retoma económica da “Ilha Dourada”.

Estiveram presentes representantes da Câmara Municipal e da Assembleia Municipal, da Junta e da Assembleia de Freguesia, dos TSD e, também, o deputado eleito pela ilha à Assembleia Legislativa Regional. Procurou-se, declaradamente, preparar novas respostas sociais e económicas para o período pós-Verão.

Para o presidente da Comissão Política local do PSD, Roberto Silva, é essencial que “se continue a trabalhar em prol da população e, não, em função de calendários eleitorais ou de aproveitamentos políticos que, promovidos por alguns Partidos e Movimentos da Oposição, nada acrescentaram nem muito menos resolveram os problemas que, neste período, afectaram gravemente o Porto Santo”.

Lembrando a Linha COVID19, o regime de Lay-off, os apoios disponíveis pela Segurança Social e as isenções que o Governo Regional concedeu, neste período, concretamente aos comerciantes – a par do alargamento do subsídio de mobilidade marítimo aos meses de Verão, Roberto Silva afirma de que foi “graças à estratégia e às medidas acertadas que foram tomadas, pelo Executivo regional em articulação com as entidades locais, que o Porto Santo é, hoje, o concelho da Região onde a retoma está a decorrer mais rapidamente”.

Os social-democratas concluíram apelando para que os porto-santenses e os visitantes “cumpram com as regras emanadas pelas Autoridades de Saúde”, pois o sucesso deste período de Verão, com maior afluência de pessoas ao Porto Santo, “depende de todos”.