“Produto do Porto Santo” já tem símbolo diferenciador

Já foi publicada a Portaria da Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural que cria a versão Porto Santo da marca “Produto da Madeira” e estabelece as condições para a sua utilização.

Recorde-se que, em março de 2011, o Governo Regional criou o Sistema de Certificação de Origem Garantida dos Produtos da Região Autónoma da Madeira e a marca “Produto da Madeira”, o qual visa promover uma clara distinção nos mercados das produções de diversos setores económicos da Região Autónoma da Madeira, assegurando, na base de um dispositivo estruturado e controlado, a devida confiança aos consumidores sobre o relevo e exaltação dessa característica diferenciadora.

“Nestes quase dez anos de existência, a marca “Produto da Madeira” veio paulatinamente a confirmar constituir-se um efetivo instrumento, confiável e sustentado, de diferenciação e valorização das produções agrícolas, agroalimentares e do artesanato da Região Autónoma da Madeira, reconhecida pela grande maioria dos consumidores e com procura privilegiada pelos distribuidores locais, e também externos, destes produtos.
Importa agora outra ambição e agregar à marca “Produto da Madeira”, sem que esta perca a sua simbologia identitária, outros sinais de distinção que particularizem ainda mais, dentro do território da Região Autónoma da Madeira, a especial origem geográfica dos bens a que seja veiculada”, refere a portaria.

“Dada a importância de melhor diferenciar e distinguir nos mercados de consumo as produções obtidas no Porto Santo, e possibilitar uma melhor promoção e valorização das mesmas, é então considerado oportuno criar uma versão para esta ilha da marca “Produto da Madeira”, um símbolo gráfico facilmente identificável com o seu território”, remata.