Governo da República admite nacionalizar a TAP

As declarações do ministro da Economia à TSF não deixam dúvidas quanto à possibilidade do Governo da República poder vir a acionar o processo de nacionalização da TAP. A companhia acumulou prejuízos em 2019 e neste momento de crise, devido à COVID-19, recorre à “layoff” para 90 por centro dos trabalhadores. A companhia tem 10 mil colaboradores.

O ministro Siza Vieira disse que “o Estado usará todos os meios AO dispor para salvaguardar a posição estratégica da TAP, acrescentando claramente que “o Estado tem ferramentas para nacionalizar e usa-las-a se achar conveniente”.

Recorde-se que a companhia está a operar apenas para Madeira e Açores e mesmo assim com limitações. Face ao cenário, avança com a colocação de pilotos em layoff”, depois seguem-se outros trabalhadores,