Pedro Fino “muito preocupado” com parte da Ribeira de Santa Luzia, promete intervenção mas espera a colaboração da Câmara do Funchal

Pedro Fino
O secretário regional dos Equipamentos e Infraestruturas anuncia obras para janeiro no troço da Ribeira de Santa Luzia abaixo da Ponte do Bazar do Povo. E garante que os muros da Ribeira de João Gomes vão avançar. Foto Rui Marote

Sendo a proteção e a segurança das populações uma questão determinante no processo governativo, as obras nas ribeiras revelam-se fundamentais para a salvaguarda de situações complicadas no passado, sendo que numa primeira fase foram feitos trabalhos em determinada vertente de segurança, mas que deverão ter consequência no sentido de acabar uma intervenção cuja morosidade torna-se difícil de explicar às pessoas, como sejam os casos de parte da Ribeira de Santa Luzia e os muros de proteção na Ribeira de João Gomes, que se eternizam na imagem provisória que se sente definitiva.

O novo secretário clarifica um pouco estas dúvidas e afirma ter em agenda, para este mandato, algumas obras de grande relevância a este nível da proteção. Fala precisamente no que falta fazer nas ribeiras de Santa Luzia, João Gomes e São João, também na Madalena do Mar. Sabe muito bem o que é preciso fazer, enquadra-se na estratégia que definiu e que expressou no discurso de posse, quer por isso passar das palavras aos atos.

Redução do canal da ribeira pode colocar em causa a segurança

Mas é para a Ribeira de Santa Luzia, no troço compreendido entre o Bazar do Povo e a zona da Praça da Autonomia, que Pedro Fino incide a sua atenção particular, é claro na colocação do problema, não esconde nada. Mostra-se “muito preocupado e justifica com o facto de haver, ali, “uma redução do canal da ribeira que poderá colocar em causa a segurança naquele troço”. Garante que essa parte vai mesmo para obras em breve, mas vai alertando que, para isso, precisa da Câmara do Funchal, está confiante na colaboração da Autarquia, acredita que “certamente a Câmara estará sensível e irá colaborar nessa intervenção necessária, para bem da segurança da cidade”. É que a intervenção vai colocar condicionamentos de tráfego automóvel, é inevitável.

Muros na Ribeira de João Gomes é situação para resolver

Refere que “os trabalhos já começaram, de limpeza para avaliação das cotas e detetámos algumas cotas que precisam ser ajustadas. Vamos começar as obras, em pleno, no início de janeiro”, sublinhando que essa intervenção “implica condicionamento de trânsito mas não vai encerrar ta circulação automóvel, tanto na Rua 31 de janeiro como na 5 de Outubro”.

A reparação dos muros na Ribeira de João Gomes vai finalmente avançar. Espera que isso possa acontecer em 2020. Pedro Fino afirma ter isso no plano de intervenção da secretaria “para evitar este aspeto que existe atualmente”.