Albuquerque entrega apoios e anuncia que a InvestMadeira vai passar a direção regional

Albuquerque apoios IDE agosto 2019O presidente do Governo Regional esteve hoje presente na entrega de pagamentos a candidaturas geridas pelo Instituto de Desenvolvimento Empresarial (IDE). No total, foram pagos apoios a 73 projetos, no valor de 3,94 milhões de euros, dos quais 590 mil euros do Orçamento da RAM e 3,35 milhões de euros de comparticipação comunitária.

Destes 73 projetos, 67 projetos são relativos SI de apoio ao Funcionamento (cerca de 1,58 milhões de euros). E seis projetos estão no âmbito do SI de apoio ao Investimento (cerca de 2,36 milhões de euros): 1 Valorizar 2020; 2 Inovar 2020; 2 PROCiência; 1 Internacionalizar 2020. Até à data, já foram aprovados 3.245 projetos e criados, através dos mesmos, 1.233 postos de trabalho.

Miguel Albuquerque garantiu apoio às empresas, que “criam emprego”, defendeu “políticas transparentes”, relevou o aproveitamento dos fundos comunitários e prometeu o reforço de apoios às exportações, implicando com isso reestruturações orgânicas em determinados departamentos”. Deu o exemplo da InvestMadeira, que vai deixar de ser uma agência para ser uma direção regional, com peso dentro do Governo, não só para captar investimento mas também para apoiar os empresários locais nos seus processos de produção, exportação e monitorização da economia”.

Numa vertente mais de contexto económico político, o presidente do Governo diz ser sua obrigação “alertar os empresários que o crescimento económico ao fim de 72 meses não é por acaso, acontece porque reunimos um conjunto de circunstâncias que permitiram esse crescimento. E a primeira variável é a estabilidade, política, económica e social. Correr riscos de investimento em cenários de instabilidade é muito complicado. A segunda variável é a imprevisibilidade, ninguém consegue programar com o imprevisto, trazendo a retração do investimento. Desde o início, ficou claro que as políticas do Governo passavam pelo apoio às empresas e pela redução fiscal às famílias e às empresas”.

Nesta oportunidade, Miguel Albuquerque anunciou ainda a criação  de um Cosnselho de Concertação para a Competitividade, uma iniciativa que, disse, está articulada com a ACIF.