Segundo a NASA, a atividade total dos incêndios na bacia amazónica neste ano esteve abaixo da média em comparação com os últimos 15 anos

¡AF!

A partir de 16 de agosto de 2019, uma análise dos dados de satélite da NASA indicou que a atividade total dos incêndios na bacia amazónica neste ano esteve próxima da média em comparação com os últimos 15 anos. (A Amazónia espalha-se por todo o Brasil, Peru, Colômbia e partes de outros países: 8 no total.) Embora a atividade pareça estar acima da média nos estados do Amazonas e Rondônia, até agora ela ficou abaixo da média em Mato Grosso e Pará, segundo estimativas da o Global Fire Emissions Database, um projeto de pesquisa que compila e analisa dados da NASA. [Informação publicada pela NASA a 22 de agosto de 2019]. É na Bolívia onde arde a maior parte da Amazónia.