JSD-M deixa mensagem aos militantes para que sejam “irreverentes e audazes”

JSD2O Conselho Regional da JSD-Madeira, reunido este sábado, focou “a importância da juventude para o futuro democrático e para a defesa da Autonomia regional, numa altura em que a mesma se encontra ameaçada por aqueles que nada fizeram para esta conquista e desejam o regresso ao passado”. E um pedido aos militantes “para que sejam irreverentes e audazes e para que reforcem o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, no terreno e junto da população, sempre com esperança no Futuro e orgulho no passado”.

Congratulou-se, igualmente, pelas “iniciativas que o PSD/M tem vindo a apresentar e a fazer aprovar, “em benefício dos mais jovens, concretamente a redução dos passes sociais, o passe sub-23, o tempo de espera para o benefício de programas de emprego, entre outras, batalhas que correspondem às reivindicações da JSD/M, nestes últimos anos”.

Em termos de balanço à ação política desenvolvida ao longo deste mandato, o Conselho Regional destacou “as iniciativas concretizadas, mas, também, o aumento da militância em todos os concelhos da Região, tendo-se congratulado com a participação dos jovens militantes neste encontro e assumido o compromisso de apresentar o contributo da JSD/M, para as próximas eleições, no próximo mês de agosto”.

Presente neste encontro, o Presidente do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque, fez questão de sublinhar que, com o PSD e a JSD, a Madeira continuará a ser dos Madeirenses e Porto-Santenses, continuará a ter a sua autonomia e os direitos da sua população salvaguardados e continuará, também, a prosperar e a garantir qualidade de vida para todos os cidadãos, sendo defendida, em todas as linhas e momentos, contra aqueles que querem voltar ao passado», declaração que reuniu consenso e foi denominador comum das restantes intervenções levadas a cabo

O Conselho Regional da JSD/M apelou “à mobilização de todos para a grande Festa do Chão da Lagoa, a 28 de julho, uma Festa que é de todos aqueles que defendem e diariamente trabalham pela Autonomia”.