PSD-M vai auscultar a população para preparar programa de Governo

Foto DR.

Ainda que sem declarações aos órgãos de comunicação social, devido ao luto nacional decretado em memória de Agustina Bessa-Luís, o PSD/Madeira reuniu, no final do dia de ontem, a sua Comissão Política, num encontro do qual resultaram as seguintes conclusões:

  1. A Comissão Política congratula-se e reconhece a confiança demonstrada pelos Madeirenses e Porto-Santenses no PSD/Madeira e na Eurodeputada Cláudia Monteiro de Aguiar, reeleita para mais um mandato no Parlamento Europeu, num resultado que, mais uma vez, veio provar a força e a união do nosso Partido.
  2. Agradece, também, a mobilização de todos os militantes Social-democratas em prol desta campanha eleitoral, sem a qual não teria sido possível a vitória inequívoca do PSD/Madeira em 9 dos 11 concelhos e em 47 das 54 freguesias.Mobilização essa que se assume fundamental para continuarmos a garantir, conjuntamente, o melhor para a nossa Região e a vitória nas Eleições Regionais de 22 de setembro e nas Legislativas Nacionais, de 6de outubro.
  3. A Comissão Política sublinha a importância da luta pela Autonomia e entende que o que está em causa, no próximo dia 22 de setembro é, precisamente, a capacidade de os madeirenses continuarem a decidir o seu próprio destino. Luta que representa o oposto daquilo que a Oposição, subjugada aos comandos de Lisboa, defende para o futuro da Madeira e do Porto Santo.
  4. O PSD/Madeira enaltece o cumprimento, pelo Governo Regional, do Programa de Governo e das promessas assumidas junto da população, numa estratégia em continuidade que tem vindo a revelar-se extremamente positiva para garantir, a vários níveis, a melhoria da qualidade de vida da nossa população, na base de uma governação diariamente mais justa e eficaz, mas, sobretudo, direcionada para as reais necessidades dos seus cidadãos.
  5. Neste enquadramento, destaca-se o facto e a Região ter atingido, no primeiro trimestre de 2019, a taxa de desemprego mais baixa desde 2011 (7%),assim como será importante lembrar que, só nos últimos quatro anos, a implementação de medidas sociais, pelo atual Executivo Regional, permitiu a criação de mais 18 mil postos de trabalho.
  6. Destaca-se, igualmente, a retoma do investimento público, que se faz acompanhar pela dinâmica do investimento privado, com a economia regional a crescer há 69 meses consecutivos e a apresentar um saldo positivo da balança comercial desde 2017,num clima de confiança que resulta do contributo de toda a sociedade civil, famílias e empresas, mas, também, de uma governação particularmente focada em garantir que a Madeira e o Porto prossigam o seu projeto de desenvolvimento socioeconómico sustentado.
  7. É com esta estratégia assente na seriedade, na responsabilidade e no respeito pelos compromissos assumidos com a população que o PSD/Madeira se propõe a continuar o seu trabalho, numaatitude firme contra o centralismo de Lisboa e de defesa da nossa Autonomia e dos direitos dos Madeirenses e Porto-santenses, acima de todos os outros.

8.Em sentido inverso, a Comissão Política lamenta a falta de sentido de Estado com que o Governo da República continua a tratar todos os Madeirenses e Porto-santenses, numa postura inadmissível que se                mantém inalterada quanto às promessas que estão por cumprir, a vários níveis e, especialmente, no respeitante às taxas de juro, ao novo hospital e aos transportes.

9.A Comissão Política congratula-se, por fim, com a auscultação à população que, sob o lema “Madeira +Autonomia”, o PSD/Madeira inicia este mês, no âmbito da preparação do próximo Programa de                       Governo. Uma auscultação que será transversal a toda a sociedade e envolverá, paralelamente aos trabalhadores dos diferentes setores de atividade, os empresários e as Associações Empresariais, as Ordens                           profissionais, os Sindicatos, os organismos e entidades locais naturalmente mais próximas da comunidade, as Associações Culturais e/ou Educativas, as Instituições de Solidariedade Social, as Escolas, a Universidade e             os estudantes.

  1. O PSD/Madeira lembra, ainda, que a Grande Festa Popular do Chão da Lagoa está agendada para o dia 28 de julho. Um momento de reunião da família social-democrata, de união e de mobilização, que têm sido uma constante por parte dos nossos militantes, em todas as iniciativas e desafios a que o nosso partido se tem proposto.