Construção de posto de combustíveis nos Viveiros sujeita moradores “a vários perigos”, alerta o MPT

MPT posto de combustível dos ViveirosO MPT emitiu hoje uma nota onde manifesta a sua posição contrária à construção, já em curso, de um posto de combustíveis nos Viveiros, junto à rotunda e próximo de blocos de apartamentos.

“Os moradores que ali vivem estão em sobressalto pois terão junto às suas habitações um posto de combustíveis que vai libertar gases e vapores que são extremamente lesivos à saúde pública. Quanto à legalidade desta obra, há muitas dúvidas, pois esta bomba de gasolina está muito próxima de uma ribeira e muito próxima (por baixo) de um conjunto habitacional, sujeitando os moradores a vários tipos de perigos e insegurança”.

O MPT entende que “os moradores que estão próximos do posto de abastecimento, vêem as suas habitações ficarem desvalorizadas, pois estão expostos aos vapores, gases, perigos e insegurança, razões que lesam e muito, quem investiu naquela zona, pois muitos destes moradores quando adquiriram as suas casas, fizeram-no com muito sacrifício e nalguns casos com recurso ao Banco, o que é ainda mais lamentável é a CMF licenciar a construção deste empreendimento, mesmo que, com o parecer favorável da Direção Regional da Economia”.