Estepilha: Presidente no calor da campanha “confunde” Jornal da Madeira com JM

“No outro dia assisti a um debate, no Jornal da Madeira, uma verdadeira vergonha para a política nacional e política regional, com candidatos que tinham encontrado um novo continente, não conseguiam conjugar os adjetivos com os substantivos…Portanto, Cláudia, tu ao pé deles és uma estrela que brilha”.

O Estepilha ficou verdadeiramente surpreendido e intrigado com esta declaração/surpresa do presidente do PSD, em declarações hoje no jantar de pré-campanha para as europeias, ao apontar as gaffes, e bem, de alguns candidatos, no calor de uma ação partidária, mas a cometer, ele próprio, uma “gaffe”, mais pequenina é certo, mas curiosa como que parecendo, como diz o povo, “fugir a boca para a verdade”.

De facto, é preciso alguém assessorar o presidente e lembrar-lhe que o Jornal da Madeira é um título da Diocese do Funchal e não é de crer que a Diocese de D. Nuno Brás tenha intenção de se meter nestas coisas da política, pelo menos à descarada, pensa o Estepilha para os seus botões. E, depois, ter tanto trabalho de entregar o título à Diocese para continuar a chamar Jornal da Madeira ao JM (J de jota mesmo e M de m mesmo), não é lá muito correto e deixa mal quem fez o “negócio”. Não sabemos se a ERC se importa, mas…

O Estepilha compreende, foram muitos anos…